Textos

5388-relogio-de-parede-cuco-herweg-7569-MLB5238229054_102013-F.jpg
Imagem do Google


TIC TAC

Tic tac tic tac... no meu quarto
O relógio da parede
Desse ruído já estou farto
Fico doido e me dá sede.

Fico doido e me dá sede
Desse ruído já estou farto
O relógio da parede
Tic tac tic tac... no meu quarto.

Lembro da minha amada
Um do outro estamos distantes
Telepatia na madrugada
Falamos alguns instantes.

Falamos alguns instantes
Telepatia na madrugada
Um do outro estamos distantes
Lembro da minha amada.

Tic tac tic tac... no meu quarto.

(Christiano Nunes)




Linda interação de   ANA LUCIA S PAIVA

POR CAUSA DO TIC TAC

Foi por causa de um tic-tac no quarto
Me veio um pesadelo terrível
Cheguei ao sítio de meu pai,um fato
Cansada, adormeci,foi incrível.

Cansada, adormeci, foi incrível
Cheguei ao sítio de meu pai.um fato
/Me veio um pesadelo terrível
Foi por causa de um tic-tac no quarto.

No sonho um relógio de parede branco
Muito barulhento, me olhava do teto
cordei não o vi, mas, ainda ouvia,portanto
Procurei no resto da casa,como é correto.

Procurei no resto da casa,como é correto
Acordei não o vi,mas,ainda ouvia,portanto
Muito barulhento, me olhava do teto
No sonho um relógio de parede branco.

Foi por causa de um tic-tac no quarto.



lINDA INTERAÇÃO DE   Ahavah

Tic-tac de relógio ninguém merece
A gente perde o sono e o dia não amanhece
A mesma coisa quando chove e fica uma goteira
Bate bate numa lata a noite inteira.

Ainda bem poeta, que você tem uma amada
É só ligar o plug, ela também está ligada
 Eu imagino vocês na madrugada a conversar
Telepatia pura até mandar parar.

Então o sono chega alentecido
E o tic- tac do relógio fica esquecido!



Vaivém Nunix é uma criação do poeta CHRISTIANO NUNES.
http://www.recantodasletras.com.br/tutoriais/4157287

O que é “Vaivém Nunix”?
É uma forma poética de brincar com os versos e as rimas.
 
Christiano Nunes
Enviado por Christiano Nunes em 18/08/2015
Alterado em 18/08/2015
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, fazer uso comercial da obra, desde que seja dado crédito ao autor original (www.recantodasletras.com.br/autores/chrisnunes). Você não pode criar obras derivadas.


Comentários


Imagem de cabeçalho: Sergiu Bacioiu/flickr