Textos


Imagem do Google

AQUI JAZ UM POETA
 
Entre versos e versos fui vivendo
Mas no meio de uma frase eu morri
No meu sepulcro escreveram ali
Aqui jaz alguém que morreu escrevendo.
 
O poema da vida eu não terminei
Sei que minha história continuará
Com certeza alguma coisa boa há
Quando para outra melhor eu passei.
 
Minha vida foi tal qual vela acesa
Bateu forte vento e não resistiu
Amei viver como jamais se viu
Chegou a hora de que temos certeza.
 
Minh’alma foi para outra dimensão
Meu corpo guardado na terra fria
Na memória ficaram as poesias
Escritas co’amor e dedicação.
 
(Christiano Nunes)
 

 
Christiano Nunes
Enviado por Christiano Nunes em 28/01/2018
Alterado em 28/01/2018
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, fazer uso comercial da obra, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários


Imagem de cabeçalho: Sergiu Bacioiu/flickr