Textos


pt.depositphotos.com

VIOLÃO DE OURO 
 
O jovem da sua residência saiu
À procura de melhorar sua vida
Dos seus entes queridos despediu
Deixando aos prantos a sua mãe querida.
 
Carregava um presente que ganhou
Este para ele mais que ouro valia
Pois do seu querido papai ganhou
U’a lembrança que lhe dava alegria.
 
Na sua jornada o moço não foi feliz
O que iria fazer não deu nada certo
Ser bem sucedido era o que sempre quis
Mas sabia que o seu futuro era incerto.
 
Enfim parou e tomou uma decisão
Voltou pra casa, seu lugar era ali
O pai perguntou-lhe: - Cadê o violão?
- Pra não passar fome, papai
- Infelizmente o violão eu vendi.
 
(Christiano Nunes)
 
 
Christiano Nunes
Enviado por Christiano Nunes em 17/03/2018
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, fazer uso comercial da obra, desde que seja dado crédito ao autor original (www.christianonunes.recantodasletras.com.br). Você não pode criar obras derivadas.


Comentários


Imagem de cabeçalho: Sergiu Bacioiu/flickr