Textos


DA JANELA A OBSERVAR
 
Pus-me na janela e fiquei a olhar
O balanço dos galhos com o vento
As grimpas do pinheiro a dançar
E mais a aroeira, um verdadeiro alento.
 
O pessegueiro com seu tenro fruto
Também faz parte do lindo jardim
Da janela tal beleza eu desfruto
Um abençoado lugar para mim.
 
Ao lado da araucária a pitangueira
Em seu fino tronco u’a bromélia pequena
É tudo muito lindo por inteiro
De uma indescritível beleza plena.
 
Observo também os passarinhos
Trabalham em linda cooperação
No alto do pinheiro fazem seus ninhos
Cada segmento, uma inspiração.
 
(Christiano Nunes)
 
 

 
Christiano Nunes
Enviado por Christiano Nunes em 28/08/2018
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, fazer uso comercial da obra, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários


Imagem de cabeçalho: Sergiu Bacioiu/flickr