Textos


MISÉRIA HUMANA
 
Andando eu pela rua
Uma pessoa seminua
Refletia na luz da lua
Sorrindo vem pro meu lado
Um sorriso disfarçado
Pensei: Será u’a visão?
Me doeu o coração
Fiquei bastante abalado.
 
A situação não me engana
Vi ali a miséria humana
Numa posição insana
Parada na minha frente
Abordando um transeunte
De pena quase morri
Saí bem logo dali
Um momento comovente.
 
Até hoje não entendo
Nem sei se isso pretendo
Mas quase sempre estou vendo
Pessoas não se valorizam
Parece que até ironizam
Numa mui falsa ilusão
Pela vida elas se vão
Suas desgraças enraízam.
 
(Christiano Nunes)


 
Christiano Nunes
Enviado por Christiano Nunes em 31/08/2018
Alterado em 31/08/2018
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, fazer uso comercial da obra, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários


Imagem de cabeçalho: Sergiu Bacioiu/flickr