Textos


Imagem:WordPress.com

NOS BRAÇOS DA SAUDADE
 
Andando eu vou, nos braços da saudade
Por mais que eu não queira, ela me carrega
Ao falar me emociono de verdade
No passado a minha mente navega
Pra lembrança não existe imunidade
A minh’alma parece que anda às cegas
Pra amar intensamente não há idade
Às vezes a emoção sem dó me pega
Lágrimas sentidas vêm em quantidade
O pensar no amor é o que me sossega
Mas é a mais pura realidade
Se é verdadeiro nunca desapega.
 
(Christiano Nunes)
 
 

 
Christiano Nunes
Enviado por Christiano Nunes em 19/07/2019
Alterado em 19/07/2019
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, fazer uso comercial da obra, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários


Imagem de cabeçalho: Sergiu Bacioiu/flickr