Textos


Imagem:WordPress.com

NOS BRAÇOS DA SAUDADE
 
Andando eu vou, nos braços da saudade
Por mais que eu não queira, ela me carrega
Ao falar me emociono de verdade
No passado a minha mente navega
Pra lembrança não existe imunidade
A minh’alma parece que anda às cegas
Pra amar intensamente não há idade
Às vezes a emoção sem dó me pega
Lágrimas sentidas vêm em quantidade
O pensar no amor é o que me sossega
Mas é a mais pura realidade
Se é verdadeiro nunca desapega.
 
(Christiano Nunes)
 
 

 
Christiano Nunes
Enviado por Christiano Nunes em 19/07/2019
Alterado em 19/07/2019


Comentários


Imagem de cabeçalho: Sergiu Bacioiu/flickr