Textos


10 ANOS DE RECANTO DAS LETRAS E 2200 TEXTOS
 
               No mês de julho de 2009, isto é, há 10 anos fiz o cadastro no Recanto das Letras. A princípio pra mim era um passatempo. Estava me reestabelecendo de algumas cirurgias, uma experiência difícil que por um fio não me mudei para o andar de cima. Eu sem nada o que fazer resolvi pesquisar alguns sites para publicar meus contos, minhas poesias, enfim, meus escritos. Havia postado em outro site, mas só aceitava poesias. E nessa pesquisa descobri o Recanto das Letras. Nesta feita comecei a publicar meus poemas ali.
             Os anos se seguiram. Eu me empolguei tanto em escrever que fui pesquisar outras modalidades literárias. Eu escrevia contos e poesias. Tive a sorte e a felicidade em ter meus trabalhos classificados e algumas vezes em primeiro ou segundo lugar. Isto me incentivava a escrever e aprender.
          A primeira crônica, escrevi aqui depois de ter entrado para o Recanto. Depois desta, fiz várias outras. Até fui classificado em alguns concursos de literatura. Aqui aprendi a escrever outras modalidades literárias. Até criei dois experimentais que foram bem aceitos. Vários poetas fizeram e ainda fazem os poemas utilizando os mesmos. Estes são: Vaivém Nunix (uma forma de brincar com os versos e as rimas) e o Poeko (ecos da poesia ou poesia com ecos).
            Considero este abençoado site como uma grande escola na literatura. Aqui aprendi e continuo aprendendo.
                Enfim, em primeiro lugar agradeço a D’us por ter me dado esse dom que com bastante humildade tenho usado. Agradeço a todos os poetas que me incentivaram, à administração e a todos aqueles que me leem. Que o Eterno os abençoe ricamente.
 
(Christiano Nunes)
 
 
Christiano Nunes
Enviado por Christiano Nunes em 02/10/2019
Alterado em 02/10/2019


Comentários


Imagem de cabeçalho: Sergiu Bacioiu/flickr