Textos


Autoria da foto: Chris Jr

MEU RINCÃO
 
Senti o cheiro da relva no meu rincão
Voltei com uma carga de saudade
Lá que está plantado meu coração
Falo isso e não preciso de vaidade.
 
De manhã ouvi a saracura gritar
Ao longe também o ronco do bugio
Lindos sons da natureza escutar
O ruído da correnteza do rio.
 
Tudo isso, inexplicável maravilha
A gralha azul canta nos pinheirais
O quero-quero gritando na coxilha
Um lugar que queremos mais e mais.
 
Não vejo a hora de voltar outra vez
Pisar de novo na Terra onde nasci
Com meu amor ser feliz com solidez
Viver o resto dos meus dias ali.
 
(Christiano Nunes)
 


Janeiro / 2020
Christiano Nunes
Enviado por Christiano Nunes em 14/01/2020


Comentários


Imagem de cabeçalho: Sergiu Bacioiu/flickr