Textos


Foto autoria nossa. Morro do Boi em Caiobá - Matinhos - Paraná - (Brazil)

SOU UM BARCO NO OCEANO
 
Prossigo como um barco  pelo mar
Nas ondas seguro a inspiração
Cada ruído do oceano a versejar
Por todos os lados há uma canção.
 
Na imensidade meu coração palpita
No chuá,  chuá das águas eu adormeço
De repente algo dentro de mim grita
Pelos versos que saem muito agradeço.
 
Posso dizer que sou um navio a viajar
Sobre os grandes mares da poesia
O meu pobre coração a escutar
E a cantar uma triste melodia.
 
Choro, eu rio , e de mim mesmo faço piada
Pois isso faz parte do meu universo
Paro, mas logo sigo a navegada
Minha vida é regada de verso em verso.
 
(Christiano Nunes)
 

Inverno / 2020
 

Linda interação de  
 Ahavah

 *Prossigo como um barco pelo mar
Entre as ondas navego sem destino
percebo o vozeirão do vento a soprar
Uma sonata, ao piano vou ouvindo!*

No murmúrio das aguas cristalinas
Vendo as ondas seguro a inspiração
São as Vozes orfeônicas de meninas
Passam cantando a mais bela canção!

Eram vozes harmoniosas a cantar
Iam ao coro ritmado, se agregando.
A cada ruído do oceano a versejar
Orquestra maviosa ouço tocando!

Eu, barquinho singrando pelo mar
Por fim solto toda minha inspiração
Me integro á esse coro a versejar,
Por todos os lados há uma canção!

 
Christiano Nunes
Enviado por Christiano Nunes em 01/07/2020
Alterado em 03/07/2020


Comentários


Imagem de cabeçalho: Sergiu Bacioiu/flickr