Textos


Imgem: g1.globo.com

O URU
 
Pernoitam nos espigões das serras
Nas grotas profundas se alimentam
Seu canto parece pronunciar o nome
Antes e depois que o dia esquenta.
 
Tal pássaro com frango se parece
Em bandos essas galinhas da floresta
Dividem-se em grupo cada um pro seu lado
Uns cantam aqui, outros lá, é uma festa.
 
Forma contínua, começam a cantar
Realmente uma verdadeira beleza
Tais galináceos , lindeza sem par
Abençoados presentes da natureza.
 
Dentre outras espécies, maravilhosos
Comem frutas tais como o caruru
Difícil descrever essa preciosidade
Falamos desta ave chamada uru.
 
Em notas bissilábica, emite seu canto
Uru, uru, uru... e deu origem ao seu nome.
 
(Christiano Nunes)
 
Outono / 20121

 
Christiano Nunes
Enviado por Christiano Nunes em 13/04/2021
Alterado em 13/04/2021


Comentários


Imagem de cabeçalho: Sergiu Bacioiu/flickr